14/12/2010

A Bíblia merece credibilidade?

Durante a nossa caminhada com Cristo, deparamo-nos com várias questões que, se não estivermos bem preparados pelo conhecimento bíblico e se não pudermos contar com a presença constante e maravilhosa do Espírito Santo, podem colocar em xeque a nossa fé.

A fim de contribuir para o conhecimento dos leitores do Servo e Líder, a partir de hoje e durante todo o mês de janeiro de 2011, postarei alguns textos com várias perguntas sobre as grandes questões da fé, com as respostas de diversos acadêmicos cristãos e não cristãos a respeito de indagações feitas por muitas pessoas.

Recentemente, li um livro do jornalista e ex-ateu, hoje cristão, chamado EM DEFESA DE CRISTO e esse livro me motivou a pesquisar um poucos mais sobre questões como a autenticidade dos evangelhos, cidades do Novo Testamento comprovadas pela arqueologia e muito mais.




1. Contradição e erros no Novo Testamento!! Será?

a) O Censo -  Todos os relatos do nascimento de Jesus apontam que José e Maria, seus pais terrenos, tiveram de voltar a Belém, sua cidade natal para que pudessem fazer o censo. Existe algo que prove que isso realmente aconteceu?

R. Para o arqueólogo e pesquisador John McRay, Ph.D., há relatos sobre a necessidade de as pessoas irem à cidade natal para fazer o censo. Em 104 d.C, uma ordem oficial dizia:

"Gaio Víbio Máximo, prefeito do Egito declara: Tendo chegado o momento de realizar o censo de casa em casa, é necessário que se requeira a todos que, por algum motivo, residam fora de suas províncias, que retornem às suas casas, para que cumpram o que requer integralmente a ordem do censo, e possam também atender diligentemente ao cultivo da parte que lhes cabe." ((John Mc Raay, Arqueologia do Novo Testamento, p. 155)


Esse documento comprova a prática de as pessoas terem de volta à terra natal para fazer o censo. Um papiro de 48 d.C. dá a entender que ele era algo que envolvia toda a família.

b) A Cidade Nazaré existiu realmente?

Essa questão já foi debatida por muitos acadêmicos. O ateu Frank Zindler afirma em "Onde Jesus nunca esteve" que a cidade de Nazaré não mencionada no Antigo Testamento, nem por Paulo, nem pelo Talmude e, nem mesmo, pelo historiado judeu Josefo. Para ele, essa cidade só passou a ser citada no século IV. 

Já para o Dr. James Strange (Universidade do Sul da Califórnia) a cidade de Nazaré não só existia na época de Jesus como existem argumentos que comprovam isso. Segundo ele, Nazaré era uma cidade pequena, com cerca de 242 mil metros quadrados e cerca de 500 a 600 habitantes. Esse diminuto tamanho pode ter excluído essa cidade da maioria dos relatos históricos.Para exemplifica isso, podemos fazer uma anologia com algumas cidades brasileiras que, de tão pequenas, nem sabemos que elas existem. Existe uma cidade no interior do Ceará que se chama PINDOTERAMA e tem cerca de 73 Km quadrados e uma população estimada em 18 mil habitantes, segundo o IBGE  ( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Pindoterama existe, mas a maioria das pessoas não sabem disso. Se perguntarmos um professor de Geografia do Rio de Janeiro é bem provável que ele também desconheça essa cidade.

Da mesma forma aconteceu com Nazaré. Era uma cidade pequena e sem importância política, tanto que em João 1.46 diz: "Pode vir alguma coisa boa de Nazaré?".


Fonte: Em defesa de Cristo -  Lee Strobel.

4 comentários:

Alberto Couto Filho disse...

Amado Anderson

A paz

Estarei contigo, comentando sobre as mensagens do ano vindouro.
Excelente idéia!
A paz
Em Cristo

Ps.: Estou enviando um presente de festas ao amigo, através do seu email. Confira.

Vida Feliz!! disse...

Parabéns pelo blog que Jesus lhe abençõe com suas palavras.

Beijos

Cris

http://efata2010.blogspot.com/

CÉLIA GOULART disse...

MUITO BOM, GOSTEI MUITO ESTOU AQUI COM VOCES.
PAZ DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. CONTINUEM SEMPRE FIRMES NO PROPOSITO POIS DEUS MUITO SE AGRADA.
PARABÉNS, JESUS ESTA FELIZ.

Francisco de Aquino disse...

Teologia,E.B.D,e Reflexões acerca do cristianismo.Visite o Sola Scriptura http://www.solascriptura-scriptura.blogspot.com